No próximo 13 de maio, dia de Nossa Senhora de Fátima, comemoramos juntamente com as Irmãs do Instituto Filhas da Pobreza do Santíssimo Sacramento nosso Jubileu de Prata. Quantas histórias temos para contar desses nossos 25 anos vividos em intenso amor a Jesus Sacramentado e aos nossos irmãos mais pequeninos!

Nos anos que se passaram, muitos foram os religiosos, leigos, voluntários, amigos que estiveram em nossas casas. Um deles é o Irmão Francisco da Cruz. Você o conhece? O Irmão Francisco da Cruz faz parte da nossa família desde 15 de outubro de 2004 e é natural de Ipixuna, no Amazonas. Hoje, o Irmão Francisco é consagrado de votos perpétuos, coordenador geral da animação vocacional do nosso instituto, guardião da Casa São Pio (Toca de Assis Fortaleza) e formador.

O amor por Jesus é o que nos move, no zelo pela liturgia, por Jesus Sacramentado e que nos impulsiona a ir às ruas. Esse carisma, com a graça do Espírito Santo de Deus, é o que arrebatou o coração do jovem Francisco a subir ao altar de Deus, que é a alegria da nossa juventude. Vocacionado ao sacerdócio, o jovem conheceu a Toca de Assis através do padre, então pároco da cidade natal dele, Padre Joaquim, entre 2000 e 2001. Em 2002, o Padre entrou para Toca de Assis e ligava para explicar mais sobre o carisma e partilhar as alegrias de ser da Toca, além de enviar frequentemente revistas e outros materiais informativos para o jovem Francisco, de 16 anos.

No ano de 2004, Francisco, com quase 18 anos, entrou para a nossa família e fez experiência vocacional na casa fraterna Bom Samaritano, no Rio de Janeiro, sendo enviado depois para morar em São Gonçalo, região metropolitana. Neste período inicial, uma experiência marcou para sempre a vida do Irmão Francisco: “Na minha primeira pastoral de rua, eu encontrei com um irmão de rua que precisava de curativo, com feridas entre os dedos do pé, das quais saía um mal cheiro muito grande. Eu percebi que havia um verme. Aquilo me chocou muito porque eu não imaginava que um ser humano pudesse entrar em tal situação de degradação. Entretanto, eu tentava acolher o irmão com alegria e lembrava das chagas de Jesus Crucificado. Desde então, estes irmãos debilitados são os que mais me chamam a atenção na Toca”.

Testemunhos como o do Irmão Francisco fazem-nos pensar: “Onde estaria eu se não fosse o teu amor, Senhor? Como seria feliz se não fizesse o que me manda o meu Senhor? Torna-me um consagrado por amor”. Nossa enorme gratidão por esta obra de amor que completa 25 anos.

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 5 =